Arte e história: Artistas criam réplica do avião Douglas-DC3

“ Nós trazemos uma sequência dessa história

Corta de cá, lixa de lá. Os artistas plásticos Luiz Carlos e Darci Seles, entendem bem como funciona esse processo, já que eles são os autores da réplica Douglas-DC3 que está aberta a visitação na exposição 1936: A trajetória – Um Voo Pela História da Aviação no Acre, No Memorial dos autonomistas. 

Acervo pessoal: Réplica do avião Douglas C-47B Skytrain

Ambos os artistas são autodidatas Luiz inclusive declara “desde moleque eu sempre gostei de tintas”. Os dois artistas já trabalham juntos há bastante tempo, além de também cultivarem uma amizade de longa data. Para que a obra ficasse pronta eles trabalharam cerca de vinte dias no ateliê de Seles.

Foi a primeira vez, nos mais de vinte anos de carreira que eles receberam o desafio de criar a réplica de uma aeronave. Umas das maiores dificuldades encontradas pelos artistas foi dobrar a madeira, o processo teve que ser refeito. Para os artistas, eles conseguiram aprender um pouco no processo de produção, pois para a construção da réplica da aeronave foram necessários unir arte e história.

“ Acho que a nossa obra entra num conjunto de coisas. Nós trazemos uma sequência dessa história por isso, que eu acho que a pessoa deve ler e perceber tudo que está compondo a exposição para que possa entender um pouco mais a história do nosso estado.” Explica Darci

Acervo pessoal: Réplica do avião Douglas C-47B Skytrain

 O DC3 como ficou popularmente conhecido é muito mais do que os olhos podem ver.  A obra é composta por vários materiais, dentre eles cola, papel paraná, isopor, madeira, além dos processos de papietagem com papel, cimento e massa plástica. As Tintas utilizadas para dar cor e vida a obra transpassam entre tons prateados e o letreiro feito à mão na cor preta. A euforia para que o avião ficasse pronto era grande como conta Luiz “Eu sou um pouco ansioso, as vezes a massa não estava nem pronta e eu queria passar a massa, não era para passar a lixa e eu já queria lixar.

Complementa,

 “Essa situação era nova para a gente. A expectativa era grande de saber como ia ficar no final e claro, o mais perto possível do original que tinha que ficar mais próximo do original e a única referência que a gente tinha eram as fotos preto e branco. ”

Acervo pessoal: Réplica do avião Douglas C-47B Skytrain

O diâmetro e o tamanho do motor foram estudados minuciosamente, visando chegar o mais próximo da realidade do avião. Diferente da aeronave original que media 19 x metros por 22, a réplica possui uma envergadura de aproximadamente 2 metros.

Acervo pessoal: Réplica do avião Douglas C-47B Skytrain

Luís e Darci esperam que as pessoas conheçam a história da aviação através da representação artística do avião e que futuramente a replica de outros aviões sejam feitas. Até o final da exposição eles esperam que os visitantes possam valorizar ainda mais a historia do estado do Acre. Atualmente, a réplica feita pelos artistas está localizada no hall de entrada do Memorial e segue em exposição até o dia 27 de junho.

Acervo pessoal: Réplica do avião Douglas C-47B Skytrain

Acesse também :

Gostou? Compartilhe.

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp