Cuidados e manutenção dos espaços culturais no período da quarentena

A equipe técnica de serviços gerais da Fundação de Cultura e Comunicação Elias Mansour (FEM), realiza uma série de trabalhos de manutenção nos espaços culturais.

As demandas realizadas buscam preservar o patrimônio público no intuito de mantê-los em plena funcionalidade no período pós-pandêmico.

Espaços como o tradicional Casarão, a Biblioteca Pública Adonay Barborsa, o Memorial dos Autonomistas, a Usina de Arte João Donato, a sede da Fundação de Cultura Elias Mansour e o Teatro dos Náuas em Cruzeiro do Sul foram alguns dos quais receberam intervenções.

O diretor administrativo da Fundação Elias Mansour, Francisco Generozzo, detalhou que todo trabalho é fruto de um planejamento especifico.

“Esse é um trabalho que tem a condução atenta do presidente da Fundação Elias Mansour, Manoel Pedro, mostrando passo a passo o que deveria acontecer”, explicou o diretor.

Generozzo acrescentou ainda que o objetivo principal do trabalho é poder receber a população, oferecendo espaços agradáveis e funcionais aos fazedores de cultura após o período de isolamento social.

“Todo trabalho de manutenção que está sendo realizado nos espaços públicos segue as orientações da Organização Mundial da Saúde e busca, da melhor maneira possível, zelar os mais de trinta espaços públicos gerenciados pela FEM”, finalizou.

Todos os serviços e demandas profissionais que estão sendo promovidos durante o período seguem à risca as recomendações do Ministério da Saúde, alinhadas pelo Governo Federal e Estadual no intuito de prevenir o contágio pelo Coronavírus.

Gostou? Compartilhe.

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp