Epitaciolândia recebe projeto da Divisão de Patrimônio Histórico e Cultural

A Divisão de Patrimônio Histórico e Cultural da Fundação de Cultura Elias Mansour (FEM) realizou entre os dias 7 e 8 de julho mais uma etapa do projeto de articulação institucional, dessa vez com os gestores da prefeitura de Epitaciolândia. A iniciativa visa o reconhecimento e valorização histórica e cultural do Acre, além de identificar os bens materiais e imateriais do município.

Na última quarta-feira, 7, foi realizada uma reunião com os gestores e servidores de várias pastas visando a participação em três oficinas ministradas pela equipe. A primeira oficina contou com a ministração da socióloga Elane Cristine, que abordou sobre a implantação da legislação de proteção e preservação do patrimônio cultural no município e reconhecimento dos bens culturais da cidade. Os participantes foram divididos em grupos de debate para a identificação desses bens.

A equipe da prefeitura definiu que será apresentado à Câmara Municipal de Epitaciolândia o projeto de lei que criará a lei municipal de patrimônio cultural. Foto: Assessoria/FEM

Além das oficinas, foi promovida uma palestra sobre o segmento audiovisual, palestrada pelo historiador e roteirista Ney Ricardo. O encerramento aconteceu com a oficina sobre Educação Cultural e Patrimonial, com a assessora do DPHC/FEM, Aurinete Malveira. Na oportunidade, os participantes puderam avaliar quais os conceitos e definições de cultura e patrimônio cultural material e imaterial.

Durante a visita, a equipe esteve acompanhada do vice-prefeito Antônio Soares, dos vereadores José Maria e Pantico da Água, da secretária municipal de Educação Eunice Maia, do secretário de cultura e esporte João Batista e da diretora de cultura do município, Enage Peres.

O prefeito em exercício, Antônio Soares, aproveitou o momento para agradecer a parceria da FEM com o município de Epitaciolândia. Foto: Assessoria/FEM

Com o apoio do vereador Pantico da Água, a equipe da prefeitura definiu que será apresentado à Câmara Municipal de Epitaciolândia o projeto de lei que criará a lei municipal de patrimônio cultural, visando resgatar e valorizar, através de recursos federais, os bens materiais identificados que necessitem de intervenções para que possam ser usufruídos pela sociedade

O prefeito em exercício, Antônio Soares, aproveitou o momento para agradecer a parceria da FEM com o município de Epitaciolândia.

“Em nome do prefeito Sergio Lopes, queremos agradecer a todos pela presença, em especial à Fundação Elias Mansour por essa parceria. Essa oficina vai nos oportunizar que possamos criar uma identidade cultural e fortalecer ainda mais os bens e patrimônios de nosso município”, salientou Soares.

A diretora de cultura do município destacou a importância do apoio da fundação na elaboração e execução de projetos culturais. “Para nós fazedores de cultura é motivo de grande alegria receber esse projeto da FEM aqui em nosso município, precisamos implementar e fortalecer a cultura, mas é necessário resgatar nossa identidade cultural e a nossa história para as novas gerações”, destacou Enage Peres.

Gostou? Compartilhe.

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp