ESTADO PLANEJA REABERTURA DE MUSEU DO PALÁCIO RIO BRANCO

O departamento de Patrimônio Histórico da Fundação de Cultura Elias Mansour (FEM) se reuniu com a administração do Palácio Rio Branco nesta terça-feira, 5, para debater a reabertura dos espaços de memória e tratamento do acervo do museu presente no espaço. As propostas debatidas serão encaminhadas ao governador do Estado, Gladson Cameli.

De acordo com a chefe do Núcleo de Patrimônio Imaterial da FEM, Irineida Nobre, o museu é um dos espaços mais procurados pela sociedade acreana e pelos turistas que visitam a capital do estado. “Até 2019 houve atendimento museológico com duas educadoras museais. Em 2020 as atividades foram interrompidas por conta da pandemia, mas queremos reabrir o espaço seguindo todas as normas de saúde, com as limitações necessárias para garantir o bem-estar das pessoas”, relata.

Irineida também conta que foi discutida a possibilidade da criação de um tour virtual pelo palácio, por meio de fotos e vídeos. A visita online estará disponível no site da FEM após a conclusão do projeto.

Além de sede administrativa do governo do Acre, o Palácio Rio Branco também tem como atividade o espaço museológico. Foi tombado como bem material pelo Decreto Estadual nº 680 de 11 de maio de 1999. O processo foi concluído em 2006 e tem a competência administrativa compartilhada entre a FEM e a Casa Civil.

Gostou? Compartilhe.

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp